Balanço de Nutrientes nas Culturas (BNC)


O balanço de nutrientes nas culturas (BNC) é uma das ferramentas para avaliação do uso de fertilizantes na agricultura e representa a diferença entre a saída de nutrientes pela colheita (exportação) e sua entrada no sistema (adubação). Saldos negativos, nos quais a exportação excede a adubação, levam à diminuição da fertilidade do solo e, eventualmente, à redução da produtividade, uma vez que a disponibilidade de nutrientes cai abaixo dos níveis críticos. Saldos positivos geralmente estão associados ao aumento da fertilidade do solo e podem, eventualmente, representar um elevado risco de perda de nutrientes para o ambiente.

O IPNI, acreditando que a principal função do manejo nutricional é facilitar o equilíbrio entre exportações e adições de nutrientes em níveis que suportem o crescimento ideal das culturas e a mínima perda de nutrientes, desenvolveu esta ferramenta visando facilitar o acesso de agrônomos, consultores, produtores e técnicos às informações de exportação e balanço de nutrientes em 18 culturas cultivadas no Brasil. Em seu primeiro acesso, o usuário deverá preencher informações de contato como nome, email e telefone a fim de cadastramento. Todos os dados inseridos serão armazenados para fins de levantamento estatístico, mas a confidencialidade do usuário será preservada.

O cálculo do balanço de nutrientes poderá ser feito para uma cultura individual ou para uma sequência de culturas em sistema de produção. Para uma sequência de culturas, as informações serão adicionadas em abas individuais. Em ambos os casos, haverá três etapas:

Etapa 1 (Exportação): selecione a cultura de interesse, informe o valor da produção por unidade de área (produtividade) e pressione o botão calcular. Nesta etapa, serão informados os valores da exportação de cada nutriente. Somente quando a cultura selecionada for a soja, deverá ser informado também se o manejo do solo de cultivo é inadequado (ausência de palhada na superfície, ocorrência de encharcamento prolongado em função de compactação, presença de forte acidez do solo e processo de inoculação das sementes negligenciado) ou adequado (presença de palhada na superfície, boa drenagem pela ausência de compactação, ausência de forte acidez do solo e processo de inoculação das sementes apropriado) pois haverá impacto sobre a nodulação. Após o cálculo da quantidade exportada de nutrientes, o usuário poderá imprimir o resultado ou enviá-lo para o email cadastrado no primeiro acesso.

Etapa 2 (Adubação): introduza a quantidade aplicada de cada nutriente na adubação da cultura e pressione o botão prosseguir. Caso tenha selecionado a opção de múltiplas culturas, introduza a quantidade aplicada de nutriente em cada uma delas, ou a quantidade total aplicada no sistema.

Etapa 3 (Balanço): a ferramenta irá, automaticamente, fornecer os valores do balanço de nutrientes e o índice de desfrute que representa o percentual exportado em relação à adubação. Caso o balanço de nutrientes seja calculado para as culturas de soja ou feijão, a ferramenta levará em consideração que:
- feijão: a FBN atenderá 50% da quantidade de N exportada;
- soja: a FBN atenderá 90% da quantidade de N exportada em solos em manejo adequado ou 80% da quantidade de N exportada em solos em manejo inadequado. Ademais, o balanço contabilizará o crédito de 30 kg/ha de N ao sistema.

Ao final da etapa 3 (Balanço), haverá a opção de impressão do relatório para arquivamento ou o envio do mesmo para o email cadastrado, bem como a possibilidade de visualização das informações em formato gráfico.

Compatível com todos os computadores e dispositivos móveis, o BNC está disponível gratuitamente em:

Cultura individual: http://ipni.info/balanco

Culturas em sistema de produção: http://ipni.info/sistema

Lista das culturas atualmente incluídas a partir de 13/08/2014:
algodão, amendoim, arroz, banana, batata, cacau, café (beneficiado), café (coco), cana-de-açúcar, feijão, fumo, laranja, mamona, mandioca, milho, soja, sorgo, tomate, trigo.

Idioma disponível:
Português (PT)

A concentração de nutrientes no produto colhido das culturas utilizadas nesta ferramenta está disponível na Tabela abaixo.

Concentração de nutrientes no produto colhido das principais culturas no Brasil
Culturas
Macronutrientes
Micronutrientes
N
P
K
Ca
Mg
S
B
Cu
Fe
Mn
Mo
Zn
(g kg-1)
(mg kg-1)
Soja (1,2)
59,20
5,50
18,80
2,90
2,30
3,00
24,20
13,00
134,30
33,70
5,00
37,70
Milho (1)
15,80
3,80
4,80
0,50
1,50
1,10
3,20
1,20
11,60
6,10
0,60
27,60
Cana-de-açúcar (1,12)
0,83
0,11
0,78
0,40
0,31
0,24
1,20
2,60
14,30
9,70
0,016
3,30
Café beneficiado (4)
17,10
1,00
15,50
2,70
1,50
1,20
16,00
15,00
60,00
20,00
-
12,00
Café em coco (4)
17,50
1,20
26,50
3,40
1,40
1,35
16,70
16,50
105,00
25,00
0,06
41,00
Algodão (4)
20,10
3,10
16,00
6,90
4,00
8,00
39,90
8,60
188,90
13,30
0,20
11,00
Arroz (5)
12,50
2,24
4,42
1,00
1,08
1,47
4,40
6,30
61,10
25,10
0,17
40,90
Feijão (1)
34,90
4,00
15,40
3,10
2,60
5,70
13,30
6,60
119,40
23,20
-
29,90
Fumo (6)
39,00
6,70
45,00
12,30
3,70
10,00
22,00
14,00
-
249,00
-
32,90
Laranja (7)
1,90
0,173
1,51
0,526
0,127
0,137
2,20
1,20
6,60
2,80
0,008
0,90
Trigo (1)
20,10
3,20
3,50
0,20
0,80
1,20
2,90
3,00
13,90
13,00
-
14,80
Batata (6)
3,60
0,22
3,30
0,15
0,18
0,40
2,00
2,00
20,00
20,00
1,00
4,00
Banana (8)
1,90
0,265
8,22
0,273
0,282
0,064
2,14
0,90
9,18
10,60
0,004
1,81
Sorgo (9)
15,00
7,50
3,93
0,25
1,25
1,42
3,00
1,80
12,00
10,70
0,60
12,5
Tomate (6,10)
2,40
0,36
2,46
0,14
0,22
0,28
2,80
1,40
25,00
2,60
0,012
3,20
Cacau (10)
33,00
2,00
8,00
1,00
2,00
1,00
12,00
16,00
80,00
28,00
0,04
47,00
Mandioca (6,10)
2,10
0,21
1,95
0,63
0,32
0,08
1,80
0,80
24,00
1,60
-
4,60
Amendoim (10)
34,00
2,00
9,00
0,50
1,00
2,00
-
-
-
-
-
-
Mamona (11)
29,00
3,70
7,20
6,20
2,40
2,00
52,00
40,00
690,00
116,00
-
69,00

Fontes: (1) Pauletti (1998), (2) Bataglia e Mascarenhas (1986), (3) Orlando Filho (1983), (4) Malavolta (2006), (5) Furlani et al. (1977), (6) Hawkes e Collins, 1983 e Howeler, 1981 apud Yamada e Lopes (1998); (7) Bataglia et al. (1977), (8) Azeredo et al. (1986), (9) Kansas University (1998), (10) Malavolta et al. (1997), (11) adaptados de Freire e Nobrega (2006); (12) Rossetto (2009).


DÚVIDAS

Q: Posso criar atalho para esta ferramenta na tela inicial do meu dispositivo móvel?
R: Sim. A técnica varia com base no dispositivo. Como exemplo, usuários do iPhone / iPad sigam estes passos:

        1. Visualize a página do BNC no seu browser.
        2. Toque no Botão compartilhar: é o ícone no meio, na parte inferior da tela.
        3. Toque em "Adicionar à tela de início". Um ícone será adicionado à tela inicial.

Q: O usuário pode mudar o idioma?
R: Não. BNC é uma publicação disponível somente em Português.

Mais informações: Ferramentas Agronômicas